Televendas
(41) 3075-8050
R$ 0,00
0 itens
Você está aqui:
CLARITROMICINA 500 MG COM 10 CPR EMS - GENERICO


CLARITROMICINA 500 MG COM 10 CPR EMS - GENERICOBula do produtoMedicamentos Genéricos


CLARITROMICINA 500 MG COM 10 CPR EMS - GENERICO

Estoque: 15 Código: 16071

Consulte a disponibilidade em nossas lojas
  • Buscando estoque...
De R$ 114,42
Por R$ 85,81
VENDA PROIBIDA NA INTERNET.
De acordo com PORTARIA Nº 344 - 12/05/1998 da ANVISA, venda permitida somente com retenção de receita médica.
Para fazer um orçamento ligue (41) 3075-8050

 



Marca: EMS GENERICO
Registro MS: 1023504820014
SAC: 0800 1919 14
Código: 16071
Princípio Ativo: CLARITROMICINA
Saiba mais (41) 3075-8050

Informações do Produto

CLARITROMICINA 500 MG COM 10 COMPRIMIDOS EMS - GENERICO

Indicação

A Claritromicina está indicada para o tratamento de infecções de vias áereas superiores e inferiores, e de infecções da pele e tecidos moles, por todos os microrganismos sensíveis à Claritromicina. Também está indicada para infecções disseminadas ou localizadas produzidas por micobactérias e para a prevenção de infecção por MAC (Mycobacterium avium complex) em pacientes infectados por HIV com contagem de linfócitos CD4 menor ou igual a 100/mm3. A Claritromicina é indicada, em associação com lansoprazol e amoxicilina, para a erradicação do Helicobacter pylori, resultando em diminuição da recidiva de úlceras duodenais (Ver Posologia e Modo de Usar). Está demonstrado que 90 a 100% dos pacientes com úlcera duodenal estão infectados por esse patógeno e que sua erradicação reduz o índice de recorrência de ulceras duodenais, reduzindo assim a necessidade de terapêutica antissecretora de manutenção.

Contra-Indicação

Este produto é contraindicado para o tratamento de pacientes com conhecida hipersensibilidade aos antibióticos macrolídeos. Reações alérgicas ou hipersensibilidade serão manipuladas mediante medidas de sustentação. Também é contraindicada em pacientes com anomalias cardíacas preexistentes que recebam terfenadina (arritmia, bradicardia, prolongamento do intervalo QT, cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca congestiva) ou distúrbios eletrolíticos. A Claritromicina é contraindicada durante a gravidez, lactação, insuficiência renal grave e para crianças menores de 12 anos. A administração concomitante de Claritromicina com cisaprida, pimozida e terfenadina está contraindicada (ver Precauções e advertências e Interações medicamentosas).


ADVERTÊNCIA DE USO:
Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.
Seu uso pode trazer riscos, procure um médico. Leia a bula.

Bula

Clique aqui para abrir a bula em PDF.