Televendas
(41) 3075-8050
R$ 0,00
0 itens
Você está aqui:
LYDIAN 21COMPRIMIDOS

Lydian 21comprimidos

Preços válidos somente para compras na loja online.
Código: 85365
Estoque: Indisponível
De R$ 21,57
Por R$ 15,60
RapidSSL Certificado
Veja tambémMedicamentos GenéricosMedicamentos Equivalentes
Produto Indisponível
Informações do Produto
Marca: FARMASA
Registro MS: 1781701290011
SAC: 08009799900
Código: 85365
Princípio Ativo: CIPROTERONA+ETINILESTRADIOL

 

ADVERTÊNCIA DE USO:
Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.
Seu uso pode trazer riscos, procure um médico. Leia a bula.
Outras Informações

LYDIAN é um medicamento indicado para o tratamento de doenças relacionadas aos hormônios andrógenos produzidos pelo organismo feminino. Cada comprimido revestido contém uma combinação de dois hormônios diferentes: o acetato de ciproterona (progestógeno com propriedades antiandrogênicas) e o etinilestradiol (estrogênio). Devido à pequena quantidade de hormônios, LYDIAN é considerado um medicamento de baixa dose. O acetato de ciproterona inibe a influência dos hormônios andrógenos. Portanto, é possível tratar doenças causadas pelo aumento da produção de andrógenos ou por uma sensibilidade individual a estes hormônios. Durante a terapia com LYDIAN, reduz-se a função excessiva das glândulas sebáceas, as quais desempenham um papel importante no desenvolvimento da acne e da seborreia. Isto usualmente conduz à resolução das erupções da acne pré-existentes, normalmente verificada após 3 a 4 meses de terapia. A oleosidade excessiva da pele geralmente desaparece mais cedo. O tratamento com LYDIAN é indicado para mulheres em idade reprodutiva que exibem formas leves de hirsutismo (excesso de pelo) e, em particular, nos casos de leve aumento de pelos faciais. Entretanto, os resultados apenas tornam-se visíveis após vários meses de tratamento. No tratamento de mulheres com síndrome de ovários policísticos (SOP), LYDIAN alivia os sinais de androgenização, leva à normalização dos parâmetros endócrinos, à redução da formação de cistos e do volume ovariano e auxilia na regularização da menstruação. Devido à combinação dos princípios ativos (acetato de ciproterona / etinilestradiol), LYDIAN possui as mesmas propriedades dos contraceptivos orais: quando LYDIAN é tomado corretamente (sem esquecimento de tomada de comprimidos revestidos), a probabilidade de engravidar é muito pequena. Portanto, o uso concomitante de outros contraceptivos hormonais não é necessário. LYDIAN pode também apresentar os mesmos efeitos benéficos dos COCs: o sangramento menstrual torna-se menos intenso e o período mais curto, o que pode reduzir a ocorrência de deficiência de ferro. Além disso, a menstruação frequentemente torna-se menos dolorosa.

Indicação

Este medicamento é destinado ao tratamento de distúrbios andrógeno-dependentes na mulher, tais como a acne, principalmente nas formas pronunciadas e naquelas acompanhadas de seborréia, inflamações ou formações de nódulos (acne papulopustulosa, acne nodulocística); alopecia androgênica; casos leves de hirsutismo; síndrome de ovários policísticos (SOP).

Contra-Indicação

Medicamentos contendo combinações de estrogênio/progestógeno não devem ser utilizados na presença das seguintes condições: - presença ou história de processos trombóticos/tromboembólicos arteriais ou venosos, como, por exemplo: trombose venosa profunda, embolia pulmonar, infarto do miocárdio ou de acidente vascular cerebral; - presença ou história de sintomas e/ou sinais prodrômicos de trombose por exemplo: episódio isquêmico transitório, angina pectoris - história de enxaqueca com sintomas neurológicos focais; - diabetes melitus com alterações vasculares; - a presença de um fator de risco grave ou múltiplos fatores de risco para a trombose arterial ou venosa também pode representar uma contraindicação (veja item Precauções e advertências - presença ou história de pancreatite associada à hipertrigliceridemia grave; - presença ou história de doença hepática grave, enquanto os valores da função hepática não retornarem ao normal; - presença ou história de tumores hepáticos (benignos ou malignos); - diagnóstico ou suspeita de neoplasias dependentes de esteróides sexuais (por exemplo, dos órgãos genitais ou das mamas); - sangramento vaginal não-diagnosticado; - suspeita ou diagnóstico de gravidez; - lactação; - hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer um dos componentes do produto. Se qualquer uma das condições citadas anteriormente ocorrer pela primeira vez durante o uso de medicamentos contendo combinações de estrogênio/progestógeno, a sua utilização deve ser descontinuada imediatamente. O produto não está indicado para pacientes do sexo masculino.

Bula

Clique aqui para abrir a bula em PDF.
Envie sua Receita








 

Genéricos

Similares